20 de fev de 2009

louvor e adoração

Louvor e Adoração
Esse estudo tem por objetivo explicar de maneira clara e com base na Palavra de Deus, o que significa o Louvor, Adoração e as maneiras de como devemos estar espiritualmente, para tomar a frente de um ministério de Louvor.
Louvor e Adoração apesar de estarem intimamente ligados, não significam a mesma coisa. Muitos cristãos podem pensar que o louvor e a adoração são palavras sinônimas, pois ambas são vistas, normalmente, juntas. Vamos estudar qual será a diferença delas!

O que é Adoração?

O que significa adorar a Deus? É a maneira de mostrarmos submissão, gratidão, fé, prestar honra e homenagem, cultuar a Deus e prostrar-se a Seus pés, entre outras maneiras, que buscamos para demonstrar para o Senhor o quanto somos necessitados de Sua presença. Adoração, no grego, significa prostrar-se até o solo, curvar-se diante da vontade do Altíssimo, adorar. Quando muitas vezes nos faltarem palavras para expressar o quanto amamos e nos submetemos a Deus e somos gratos pela Sua bondade e misericórdia, devemos buscar levar uma vida de adoração e santidade. Pois assim diz a Sua palavra: “Vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou.” Sl. 95.6. O ato de nos prostramos e mostrarmos submissão ao Senhor, já é em si uma forma de adoração, pois veja como a palavra de Deus faz referência a esse assunto: “E o povo creu; e quando ouviram que o Senhor visitava aos filhos de Israel, e que via sua aflição, inclinaram-se, e adoraram.” Gn.4.31; “E Moisés apressou-se, e inclinou a cabeça à terra, adorou.”Gn.34.8. “E todos os filhos de Israel vendo descer o fogo, e a glória do Senhor sobre a casa, encurvaram-se com o rosto em terra sobre o pavimento, e adoraram e louvaram ao Senhor, dizendo: Porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre.” 2Cr.7.3.
Veja alguns motivos para adorá-lo na Sua palavra: “Eu fiz a terra e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus e a todos os seus exércitos dei ordens”. Is. 45.12. O Senhor é o criador de todas as coisas, inclusive do homem. Então, só estamos hoje vivos porque essa é a vontade de Deus. Além de estarmos vivos, fomos também criados por Deus segundo a Sua imagem e semelhança, Gn.1.26-27. Então, podemos concluir que não somos somente criações, mas fomos feitos com características que nenhum ser vivente da Terra possuiu que é a semelhança de Deus. Isso não quer dizer que somos iguais a Deus na parte material, mas que temos características espirituais de Deus. Não esqueçam que Deus é espírito e não há como parecermos com Deus fisicamente. Então, devemos adorar a Deus, tão somente pelo fato de termos o privilegio de possuirmos as características espirituais do Senhor.
Adoração é um ato espiritual, porque como diz a palavra: “mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”. Jo.4.23-24.
Adorar a Deus não está restrito somente ao louvor. Adoramos o Senhor quando oramos, dizimamos e ofertamos com alegria, quando lemos a Sua Palavra e seguimos Seus mandamentos, quando honramos com nosso compromisso na igreja, em fim, tudo o que fazemos para prestar reverência, obediência e para a glória de Deus é uma forma de adoração.
Observe a forma de adoração prestada pelos servos de Deus no Antigo Testamento: “E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.” Gn.22.2. “E estendeu Abraão a sua mão, e tomou o cutelo para imolar o seu filho.” Gn.22.10. Observe nessa passagem da Bíblia quando Deus pede a Abraão o seu filho como holocausto. Isaque era o único filho e o mais desejado e amado de Abraão e Sara, além dele ser uma promessa de Deus para Seu servo. Sendo, que em nenhum momento quando Deus pediu Isaque como oferta, Abraão não negou, pelo contrário, Abraão aceito o pedido de Deus e ofereceu seu filho como forma de adoração e fidelidade ao Senhor. Pense: Você tem se sacrificado para adorar a Deus? Deus reconheceu a atitude de Abraão e viu que o Seu servo verdadeiramente o temia. Às vezes, uma atitude vale mais do que mil palavras. A atitude de Abraão valeu para Deus muito mais, veja o que diz a Sua palavra: “porquanto agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único filho.” Gn.22.12. Deus sabia que Isaque era importante para Abraão, e como ele, não devemos colocar nada e nem ninguém no primeiro lugar da nossa vida, pois o primeiro lugar é de Deus. Pense: Você tem colocado Deus em primeiro lugar em sua vida? Você adoraria a Deus através desse tipo de sacrifício? Se Deus pedisse algo assim, você aceitaria como Abraão aceitou ou falaria para Deus que esse tipo de adoração é muito difícil para você?
Adorar a Deus é deixar que Ele tome a frente de todos os nossos propósitos, é reconhecer que Ele é que tem que toma todas as decisões na nossa vida e não o contrário. Adorar a Deus vai além do que muitos cristãos pensam. Adorar é um estilo de vida! É glorificar a Deus nos momentos de provação e exaltar o Seu nome quando nos sentimos injustiçados. Adorar não é só mostrar gratidão nos momentos de felicidade mas é mostrar fé nos momentos mais difíceis da nossa vida, é amar a Deus acima de todas as coisas.

O que é Louvor?

O que significa louvar a Deus? Muito acham que louvar é somente cantar, mas erram ao pensar dessa maneira. O louvor é muito mais do que cantar, dançar e interpretar, porque esse é o meio pelo qual desenvolvemos o louvor. O louvor vai além de gestos, é algo que integra a nossa espiritualidade e comunhão com Deus. O significado da palavra “louvor” é elogiar e aplaudir. Quando louvamos a Deus significa que se está elogiando e aplaudindo ao Senhor pelos Seus feitos e maravilhas.
O louvor é uma maneira de adorarmos a Deus. É como expressamos o nosso amor para Deus, isto é, é uma maneira que é exteriorizada de forma que não só o Senhor ver, mas outras pessoas vêem, e esse amor é demonstrado por meio de sons de instrumentos musicais, através de voz ou vozes, por meio de dança etc, estes são meios do louvor chegar a Deus.
O louvor e a adoração estão intimamente ligados. Porque não há adoração sem louvor, mas pode ocorrer de haver o “louvor” sem a adoração. Você consegue entender? Adorar é a forma de nos expressarmos para Deus de maneira espiritual, pois a adoração começa dentro do homem. Já o louvor, é a maneira que expressa a nossa adoração. Muitas vezes, por exemplo, quando vamos louvar na igreja nem sempre estamos adorando a Deus. Veja o que diz a palavra de Deus: “(...) Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas seu coração está longe de mim.” Mc.7.6. Então, não sejamos como os hipócritas, que aparentam espiritualidade no louvor, mas o coração está com outras intenções. Lembre-se sempre, você pode até enganar o homem, mas a principal pessoa você não pode enganar, que é o Senhor dos Exércitos. Se fomos “Criados para a glória de Deus” Is 43.21, devemos elogiar a Deus com as nossas atitudes e com tudo que temos (dons).
Para louvar no Ministério de Louvor não basta simplesmente querer, tem que haver compromisso e uma vida de santidade perante o Senhor, além dessa ser sua vocação.

Quem Louva a Deus?

Tudo e todos, pois assim diz a palavra do Senhor: “Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor.” Sl. 150.6. Traduzindo esse versículo: tudo quanto tem fôlego elogie ao Senhor, exalte ao Senhor. Podemos até elogiar ao Senhor, mas estamos dando esse elogio de forma espiritual? Examinando-se é que podemos avaliar o quanto estamos nos esforçando para agradar a Deus. Não basta só louvar, mas o louvor tem que subir em forma de adoração.

O poder do Louvor e Adoração
O que ocorre quando louvamos? Segundo a Bíblia Sagrada, o louvor e a adoração podem: Quebra as cadeias – At 16:25,26 (Paulo e Silas);Tira as angústias – Is 61:3; Liberta – I Sm 16:14-17,23; É profético – I Cr 25:1; Traz vitória na guerra – II Cr 20:20-22. Portanto, podemos observar que Deus opera através dos louvores em diversas situações da nossa vida.
Vamos colocar em prática tudo o que o Senhor nos tem revelado através de Sua palavra, para podermos ser dignos de ver Sua glória e receber Suas bênçãos. Assim diz a Palavra do Senhor: “Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, que hoje vos mando; Porém a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno (...)”. Dt.11.26-28.

0 comentários: