15 de mar de 2009

Como Isaque e Rebeca


Tudo começou em abril de 1993, quando alguns jovens programaram um intercâmbio entre duas igrejas aqui de Curitiba com uma de Chapecó/SC.

No começo fiquei muito animada, mas devido a uma gripe forte acabei desanimando e até desistindo.

Mas meu irmão, que já tinha pago minha passagem, me obrigou a ir. Então fui, doente mesmo. Chegamos lá no dia 23 de abril de 93, e eu nem pensava em encontrar lá um namorado, pois estava fazendo cursinho para prestar vestibular para medicina, e meu pai havia me proibido de namorar (na época eu estava com 19 anos).

Mas, sentada na igreja, enquanto fazíamos as apresentações, meu olhar se cruzou com o de um rapaz, que me deu um friozinho na espinha. Mais tarde vim a saber que seu nome era Maurivio, e que muitas garotas já tinham tentado namorá-lo, mas ele não queria saber de namoro com ninguém.

Na reunião da noite fomos apresentados e conversamos por um longo tempo.
Eu nasci num lar cristão, e sempre orei, pedindo a Deus que queria casar com quem Ele escolhesse pra mim, e que para não ter dúvidas de que era realmente a pessoa escolhida por Deus, eu queria que antes mesmo de dizermos que estávamos interessados um no outro, o rapaz pedisse para orar comigo.

E no dia 24 de abril, antes de nossa viagem de retorno para Curitiba, o Maurivio pediu para orar comigo. Aquela era justamente a prova que eu tinha pedido para Deus. Oramos juntos e só então ele me falou que estava interessado em mim, mas que deveríamos continuar orando e ver se nosso sentimento ia aumentar ou acabar com meu retorno pra casa.

Resumindo a história, foi muito difícil meu pai aceitar nosso namoro, mas continuamos orando e esperando no Senhor.

Em agosto de 93, o Maurivio veio morar em Curitiba. Em abril de 94 noivamos e no dia 17 de dezembro de 94 nos casamos. Estamos casados há 6 anos, temos um casal de filhos lindos e trabalhamos juntos na obra do Senhor.

Por isso eu gostaria de dizer a todas as garotas que tem o sonho de se casarem e serem felizes, que entreguem seus sonhos nas mãos do Senhor e confiem nEle realmente, que vale a pena, de verdade!!!

0 comentários: