25 de mar de 2009

Jovem de 24 anos processa record em R$ 1,5 milhões

O programa mostrava o consumo abusivo de álcool pelos jovens e sua busca desenfreada por prazer.
Uma garota de 24 anos quer R$ 1,5 milhão de indenização da Rede Record de Televisão. Ela apareceu no programa "Fala Que Eu Te Escuto", da Igreja Universal, durante uma balada, na qual tomou doses de tequila. O programa mostrava o consumo abusivo de álcool pelos jovens e sua busca desenfreada por prazer. As informações são do UOL.
Ofendida, a garota abriu um processo na Justiça contra a emissora. Ela argumenta que jamais deu permissão de uso de sua imagem e que sofreu danos morais ao ser mostrada como uma alcoólatra.
A Record alega que o "Fala que Eu Te Escuto" é uma produção independente e única responsável pelo programa (apesar da própria produtora pertencer à Igreja Universal, dona da Record).
O Departamento Jurídico da emissora também disse que não tem conhecimento de processo no valor de R$ 1,5 milhão. Se ele foi aberto, diz a emissora, ainda não houve a notificação.
A assessoria informou ainda ter localizado um processo "semelhante" (uma garota filmada em estado de embriaguez), mas que o valor que esta querelante reivindica é de cerca de R$ 20 mil, e não R$ 1,5 milhão.

0 comentários: