19 de mar de 2009

Partor da Assembléia de Deus canta no velório de Clodovil Hernandes


O corpo do estilista, apresentador de TV e deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP), 71, foi enterrado no cemitério do Morumby, na zona sul de São Paulo, por volta das 16h50 desta quarta-feira, após ser velado na Assembleia Legislativa da capital.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
Ele foi enterrado perto da sepultura de personalidades como o humorista Ronald Golias, a cantora Elis Regina e o cantor Altemar Dutra. Quando o caixão de Clodovil já estava dentro da cova, populares que acompanhavam o enterro fizeram discursos.

O velório começou por volta das 11h45 de hoje. O corpo havia embarcado de Brasília para São Paulo na manhã de hoje, em um avião da Força Aérea Brasileira. Houve atraso na saída de Brasília, e o avião que fez o traslado pousou em Congonhas às 11h20.

Cerca de 100 pessoas compareceram à cerimônia, que foi aberta ao público por volta das 12h15. Dois “moscas de velório” - pessoas que vão a esse tipo de cerimônia para aparecer nos veículos de comunicação -, foram expulsos.

O vereador Agnaldo Timóteo (PR-SP) chegou por volta das 12h40. Ele foi aplaudido pelos presentes após cantar a música “Noite traiçoeira”, do padre Marcelo Rossi, ao lado do caixão.

Outro cantor de velório foi Orlando Torres, pastor da igreja Assembléia de Deus, que se aproximou do caixão e cantou bem alto “Glória, Glória, Aleluia”. Ele disse ter cantado a mesma música nos velórios de Sérgio Mota (ex-ministro de Comunicações de FHC) Ronald Golias (humorista) e Nair Bello (atriz), e até do lado de fora do show da Madonna - para “arrebanhar almas”. “Clodovil está em outra dimensão e nós estamos indo para lá também”. Ele foi expulso pela PM por insistir em cantar em voz alta.

0 comentários: