6 de mar de 2009

Como vencer as estratégias de satanás

- II Coríntios 2:10-11
- Em relação ao diabo, o povo de Deus tem tido alguns equívocos. Exemplo: tem muita gente na igreja que acha que uma palavra ou frase vai desfazer uma estratégia do diabo. O apóstolo Paulo está falando para a igreja “para que não sejamos vencidos por Satanás” – que palavra séria.
- Efésios 6:11 – o diabo trabalha com astutas ciladas
- Apocalipse 12:4 – o diabo é chamado de dragão
- É observado que no meio do povo de Deus existem duas posturas antagônicas e erradas em relação ao diabo
- 1ª postura – “Eu dou na cara dele, eu piso na cabeça dele, o diabo é um fracote...”, “Anda, fica de joelhos, diz que você é um vagabundo, safado, sem vergonha...” – esse é um extremo perigoso, porque já foi visto tanta gente fazer isso e depois o diabo dá na cara deles com uma vontade louca. Não há registro na Bíblia, Deus autorizar a fazer isso.
- 2ª postura – são àqueles que supervalorizam o chifrudo – fazendo uma analogia com o futebol, é como se Deus ganhasse do diabo na prorrogação no último minuto do segundo tempo: “Coitado de Deus... quase que empatou... Meu Deus... Deus ganhou de 1 a 0 aos 3 min da prorrogação... olha, lhe dar com o diabo é para super-crentes, é só para essa irmã, é só para aquele irmão...”
- Esses dois extremos não valem nada, porque a Bíblia nos mostra quem é Satanás e nos mostra que nosso Deus é infinitamente superior em poder, glória e majestade
- A questão é a seguinte: Será que estamos usando a estratégia certa e as armas certas pra derrotar o diabo? Pra vencer suas estratégias? É uma guerra em que nós estamos.
- Na guerra, pra cada tipo de terreno, pra cada tipo de exército, pra cada tipo de emprego de arma, se utiliza uma estratégia e um tipo de arma. Você não usa um armamento igual para todas as operações. Por isso que nas forças armadas há vários tipos de maneiras (infantaria, artilharia, cavalaria, força aérea, força naval) porque se emprega cada tipo de armamento para cada tipo de confronto e no mundo espiritual é a mesma coisa.
- Será que você está usando a estratégia certa, as armas certas?
- Tem gente que diz assim: “Pastor, eu sou crente... por que o capeta tá dando uma ‘coça’?...” – para que não haja confusão, não significa o diabo tocar fisicamente em você, o diabo não tem autorização para te tocar – veja em I João 5:18 – o que está sendo dito aqui é de batalhas que você enfrenta e que o diabo infringe uma derrota
- Mas você está atravessando uma batalha com um filho e o diabo está dando na sua cara. Você está travando uma batalha dentro da sua casa, uma batalha com um ímpio e você tá perdendo. Será que você não está usando as armas erradas e as estratégias erradas?
- O apóstolo Paulo nesse texto (II Coríntios 2:10-11) nos ensina “para que não sejamos vencidos por Satanás; Porque não ignoramos os seus ardis.”, isto é, ‘eu sei como é que ele ataca, eu sei as armas que ele usa e eu também sei como eu vou neutralizá-lo’
- Talvez quando você ouve alguma pregação de como vencer o diabo, “é o sangue de Jesus” – é verdade – “é o nome de Jesus” – é verdade – “é o jejum” – é verdade – “é a oração” – é verdade – mas existem outros elementos que você tem que usar e que você não está usando. O que você verá aqui, tenha ouvido pouco para ser utilizado como arma para neutralizar o diabo e que Paulo diz bem claramente: “a quem perdoardes alguma coisa, também eu” – aqui está a primeira – O poder do perdão
- Você quer vencer o diabo? O poder do perdão – talvez o seu caso você precisa pra neutralizar o diabo, perdoar alguém
- Perdão produz comunhão – Paulo diz o seguinte: se nós não perdoarmos essa pessoa, ela vai ficar fora da igreja e o diabo vai acabar com a vida dela
- Nenhuma pessoa que não se sente perdoada num grupo social, fica lá. Ela cai fora. Se uma pessoa não se sentir perdoada no meio da igreja, ela cai fora, ela não fica. O perdão traz comunhão e o diabo é derrotado.
- O perdão traz restauração – a pessoa que vive com culpa, se sente arrasada, menosprezada – e o diabo entra por isso. Quando há a manifestação do perdão, essa pessoa é restaurada. Satanás é derrotado.
- O perdão produz reconciliação – o diabo quer que a gente vive separado, brigando, o negócio dele é esse, destruir relacionamentos. José simplesmente perdoou seus irmãos – e ele que tinha sido vendido como escravo – ele não quis ser juiz sobre a vida dos irmãos dele. Você tem que tomar muito cuidado que a sua indignação moral pode se tornar em justiça própria “Esse cara errou comigo, ele vai ter que acertar, isso não vai ficar assim não...” – Quando você se reconcilia com outro, evita briga, evita dissensão e Satanás é derrotado.
- O perdão traz perdão – olha porque o diabo trabalha para que não haja perdão:
- Mateus 6:14-15
- Se você não perdoa quem te ofende, Deus também não te perdoa. Se você não é perdoado por Deus, você dá legalidade para o diabo agir contra você.
- O perdão produz bem estar para todos – quem perdoa fica satisfeito, quem recebe perdão fica satisfeito
- Isaías 53:11 – Jesus ficou satisfeito em nos perdoar, e nós? Satisfeitos em receber perdão. O diabo não quer ver ninguém satisfeito, ele quer ver a pessoa contrariada, quando você perdoa, você derrota Satanás.
- Hebreus 12:15
- Quando você não perdoa, um veneno começa a fazer mal a você e esse veneno começa a sair de você para atingir outros. Porque você vai fazer “queixinha” com outro acerca do seu ofensor e você começa a transferir para outras pessoas aquilo que uma outra fez contra você e daqui a pouco tem uma meia dúzia envenenado. E é isso que o diabo quer.
- Talvez a questão da tua vida você esteja precisando perdoar alguém. Enquanto você não liberar perdão, vai ficar aberta uma brecha pro diabo atuar e vencer você e neutralizar a tua vitória.

- Em segundo lugar o apóstolo Paulo mostra uma outra estratégia para vencer o diabo: “se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo” – O poder do amor
- A gente pensa que o diabo só sai por expressões “Sai! Tá amarrado! Disconjuro! Vai de retro!” – você expulsa uns demoniozinhos vagabundos que tem por aí. Pra você neutralizar os principados que ficam no ar comandando os outros, é através do amor. O amor é a essência do caráter de Deus. O mal é a essência do caráter do diabo. Quando você ama, você se parece com Deus.
- O amor verdadeiro (não é o amor fingido – v. Romanos 12:9) é você agir em favor do outro, independente se o outro ama ou não você. Quando você ama, você quer fazer o bem. O amor puro (que derrota Satanás) é aquele se manifesta em atos concretos em direção ao outro.
- O amor é um poderoso filtro contra o ódio, o rancor, a vingança e a amargura. Sentimentos que o diabo se utiliza. Quando você ama, você filtra isso e Satanás é derrotado.
- Romanos 13:10
- Amar é uma decisão da nossa vontade – a Bíblia diz que nós podemos amar nosso inimigo. E quem é que ama o inimigo, se não decidir amar o inimigo? – O amor é uma decisão da minha vontade que eu sou capaz de amar até meu inimigo se eu quiser. Isso parte da minha decisão.
- Você perder um laço de vida com uma pessoa por causa de coisas fúteis (brigar por causa de uma camisa, uma blusa, uma sandália, etc), mesmo que fossem sérias?
- O diabo não precisa de uma coisa grande pra ele entrar, ele se usa de coisas pequenas para infringir grandes derrotas, por isso perdoe, ame e Satanás será derrotado.

- Veja o que Paulo diz: “para que não sejamos vencidos por Satanás” – vencidos está no plural – Paulo está falando dele e da igreja. Uma arma poderosa para vencer os estratagemas do diabo – O poder da unidade
- Mateus 12:25
- Se tem guerra entre sua família e a tua casa está dividida, é todo o terreno que o diabo precisa para derrotá-la. Uma igreja dividida, é todo o terreno que o diabo precisa para derrotar aquele povo.
- Nos documentários a respeito dos animais na África, quando o leão ou o leopardo vai atacar algum búfalo ou outro animal qualquer, eles não entram no meio da manada e sim eles atacam o último que está atrás isolado, separado. Porque o animal sabe que no sentido da unidade vai haver mais força do que ele. Essa lei vale para Satanás: você fora da igreja e você isolado, é presa fácil pro diabo. Você fora da tua casa e do teu convívio, você é presa fácil do diabo. Mas quando o diabo vê que você pertence À igreja de Cristo, essa unidade que é a igreja, Satanás diz: “eu não posso com ele(a), porque essa unidade é maior do que eu e tem mais poder do que eu”

- “por amor de vós o fiz na presença de Cristo” – sem Cristo ninguém vence o diabo. Teu dinheiro, tua posição, tua autoridade. O diabo não está nem aí se você tem ou não dinheiro, se você é governador, senador, ou seja lá o que for. Ele respeita a marca de Cristo, o sangue de Cristo na tua vida, ele respeita a autoridade de Cristo. Esteja em Cristo e com Cristo que você vai vencer o diabo.
- Efésios 4:27
- O diabo não quer um grande lugar, e sim, uma pequena brecha na tua vida para ele querer entrar, mas você vai vencer com o poder do perdão, o poder do amor, o poder da unidade e com Jesus Cristo você é mais do que vencedor.

1 comentários:

Iara de Freitas Monteiro Iara disse...

Muito bom! Deus realmente nos dá as armas certas!